A Ele ouvi

Observe, logo que surgiu a primeira pontada supernatural, Pedro era exatamente como o mundo de hoje. Logo que o sobrenatural foi feito, o grande milagre foi realizado… Bem, exatamente como nos dias de Moisés, lá havia uma multidão mista. Moisés foi até o Egito. E quando ele foi até lá embaixo, o que aconteceu? Ele fez alguns milagres. E quando ele os fez, o crente e o incrédulo todos se juntaram, porque milagres estimulam as pessoas. E lá havia uma multidão mista que foi com eles, e aquela mesma multidão mista poluiu o arraial. Amém. Não tentando ser ignorante, mas…?… ou o que? Foi aquela mesma coisa que arruinou Israel em sua marcha, era aquela multidão mista. E se aquilo não for o mesmo tipo de hoje, então eu não sei. Uma multidão mista!

Crentes e incrédulos misturados… Os leva à igreja, contanto que venham e sejam batizados, isto é tudo que é necessário. Irmão, você tem que estar morto antes de ser enterrado. Multidões mistas.

E Pedro ficou todo emocionado. E ele disse rapidamente logo que ele viu o sobrenatural; ele disse: “Façamos aqui três tabernáculos.” Rapidamente, a mesma coisa que Lutero fez, a mesma coisa que Wesley fez, e a mesma coisa com nossos irmãos pentecostais, e que todos nós fizemos. “Oh, nós faremos isto Pentecostal, isto Pentecostal e isto Pentecostal. Faremos nossa organização. E bem, estes crêem que Ele virá em um cavalo branco.” “Bem, nós não. Cremos que Ele virá em uma nuvem branca.”
“Bem, deixe-os ir; eles não são dos nossos.” Oh, aí está você. O sobrenatural sendo feito.

William Branham pregando no púlpitoE então aqui veio o Senhor e deu alguns dons e enviou alguns homens, há não muito tempo atrás, nosso agradável irmão, Tommy Osborn, e o irmão Robert e alguns deles. E quando eles saíram e o sobrenatural começou a surgir… o que… Eles simplesmente não puderam permanecer em suas organizações e seguiram em frente. A primeira coisa que você sabe, eles tiveram que ir e fazer para eles uma chuva seródia, e uma chuva temporã, e uma chuva dentro, e uma chuva fora, e oh, que coisa, que coisa: Chuva, chuva, chuva, chuvas. O que é isto? O sobrenatural está sendo feito, e uma multidão mista começa. Isto é correto. Isto agita o — – as pessoas. Uma multidão mista vai com eles.

Agora, ouçam. Enquanto Pedro ainda estava falando, ele continuava falando quando ele disse: “Façamos três tabernáculos, um para Moisés, um para Elias, e um para Jesus.” E antes mesmo dele terminar de falar… Observem o que as Escrituras dizem: “Enquanto ele ainda falava, uma voz falou dos céus e disse: ‘Esqueça isto.'” Por outro lado, “Este é o Meu Filho Amado. A Ele ouvi.” Não ouça a Moisés. Estou contente com isto. Estou tão feliz. Moisés representava a lei. A lei não podia salvar a ninguém. A lei era um policial. A lei condenava e te colocava na prisão; isto não poderia te tirar. A graça te traz para fora. Mas a lei te coloca na cadeia; la te condena. A graça te traz para fora.

Então ele disse: “Eu construirei outro tabernáculo. Nós construiremos um para todos aqueles que desejam guardar a lei, e os deixaremos vir até aqui. E eles terão uma organização aqui, os guardadores da lei. Então teremos aqueles que crêem em profetas.” Agora, o que Elias representava? Ele representava a justiça de Deus. Ele era uma profeta poderoso. Ele subiu no topo de uma montanha. O Senhor o enviou lá em cima. Alguém tem que se intrometer com os negócios do Senhor, lhe dizendo onde ir e o que fazer. E Elias levantou e disse: “Se sou homem de Deus, que caia fogo dos céus e os consuma.” E o fogo desceu e consumiu cinquenta. Bem, eles voltaram e disseram ao rei.
Ele disse: “Oh, aquilo — o que era aquilo, eles — eles — eles provavelmente tiveram uma tempestade de calor, você sabe, ou alguma outra coisa. Eles foram atingidos por um raio. Eu mandarei outros cinquenta.”
Então ele mandou outros cinquenta, e Elias levantou e disse: “Se eu sou um homem de Deus, que o fogo caia do céu e os consuma.” E outros cinquenta foram. Não havia nenhuma tempestade de calor naquela hora, vê você. Vêem, eles somente não compreenderam. Mas era a justiça de Deus.

Eu não quero a Sua justiça. Eu não quero a Sua lei. Eu quero a Sua misericórdia.

Misericórdia é o que eu imploro. Oh, Senhor, não me julgue pela lei. Eu — eu — eu estaria condenado; eu não posso suportar. Não — não me dê justiça; eu — eu devo ser — eu devo ir para o inferno porque sou um pecador. Mas Senhor, dá-me a Tua misericórdia, o Teu amor, a Tua graça.

Deus disse: “Este é Meu Filho Amado. A Ele ouvi ( não Moisés, não justiça, não a lei ). Mas a Ele ouvi; Ele tem misericórdia para ti. Ele tem dons para ti.” Ele foi aos céus e deu dons aos homens. E Deus fez exatamente o que Ele fez com o Seu Filho quando Ele recebeu adoção lá.

“Agora, e por outro lado, não me ouçam mais. Eu sou Deus, mas o Meu Filho recebeu a adoção. Ninguém vem ao Pai senão pelo Filho. A Ele ouvi.” Oh, que coisa, como Deus deseja tomar a Sua igreja hoje e dar-lhe a adoção. Ele dá o seu nascimento; e agora Ele deseja dar-lhe a adoção. Mas nós simplesmente não nos aquietamos.

Se isto levanta no meio dos metodistas, os batistas não terão nada a ver com isto. Se isto levantasse no meio de uma igreja, a outra não teria nada a ver com isto. É uma corda toda torcida. Por que? É uma multidão mista. Isto permanece a mesma coisa.

O que necessitamos hoje é de um ajuntamento, de uma reunião de oração, e de permanecer ali até que Deus envie a adoção do Espírito Santo, fazendo o Espírito Santo descer e colocando na igreja apóstolos, profetas, mestres, evangelistas, pastores. É disto que precisamos. É disto que a Igreja precisa. Isto não compromete; isto permanecerá com a Palavra, uma igreja que não flerta com o mundo, uma igreja que não terá nada a ver com o pecado, que virará as suas costas para o pecado, que andará na Santidade e beleza de Deus, vivendo para Deus. Viver ou morrer, que diferença faz, desde que eu esteja do lado de Deus. Que diferença faz isto? Deus está tentando conseguir isto na igreja. Ele está tentando fazer isto. Ele faz isto agora então, simplesmente para mostrar às pessoas que Ele está fazendo.

E por que é, que quando Deus sacode estes dons diante da igreja, e então a igreja, como eu disse outra noite, como o bebê em — ou a mulher na loja dos dez centavos, parecia nem mesmo prestar atenção alguma àquilo? Sexta, sábado, domingo, segunda, terça, cinco noites… nesta grande, enorme área aqui, e duzentos lugares vazios em um auditório de mil e duzentas pessoas. Famintos e sedentos pela justiça. . . Vêem o que eu quero dizer? Eu não estou ralhando com vocês. Mas eu estou simplesmente lhes trazendo uma verdade. É isto.
Mensagem pregada pelo profeta William Branham: Ele ouvi – Parágrafos: 89-100.

Para obter a mensagem completa clique no link ao lado: A ELE OUVI

 

Esta entrada foi publicada em Igreja e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.