Cada crente Cristão é bem vindo a mesa do Senhor

Agora, se você anda correto e alega ser um cristão, nós te convidamos esta noite à mesa do Senhor. Hoje, sem dúvida, a comunhão tem sido levada através da nação, uns num caminho, outros em outro. Mas creio que a melhor maneira de faze-lo é seguir as Escrituras, exatamente como fizeram nas Escrituras. Acho que isto seria suficiente.

Está com sua Bíblia, irmão Neville? O irmão Neville lerá agora as Escrituras. (O irmão Neville diz, “No capítulo 11 de I aos Coríntios, começando com o verso 23”, e lê as seguintes Escrituras – Ed.):

Ceia do Senhor – “Fazei isto em memória de mim”

Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão:
E dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei: isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim.
Semelhantemente também, depois de ceiar, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o Novo Testamento no meu sangue: fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim.
Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anuncias a morte do Senhor, até que venha.
Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor.

A condenação de tomar a Ceia do Senhor indignamente

Examine-se pois o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice.
Porque o que come e bebe indignamente, como e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor.
Por causa disto há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem.
Porque, se nós nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados.
Mas, quando somos julgados, somos repreendidos pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo.
(O Senhor abençoe a leitura de Sua Palavra).

William Branham - Adoção - confronto de Efésios com Josué

 

 

 

 

 

O sacramento da Santa Ceia é sagrada

É sempre uma coisa santa, tal coisa sagrada, eu acho que deveríamos inclinar nossas cabeças agora em espírito de oração. Vocês orem por mim, eu orarei por vocês. Vamos orar um pelo outro, que Deus seja misericordioso conosco que somos criaturas indignas que estamos quase prontos para participarmos deste grande sacramento em memória da Morte do nosso Senhor.

(O irmão Branham faz uma pausa para uma oração em espírito. Espaço vazio na fita – Ed.) Esta oração de confissão nós Te oferecemos, nosso Pai, sobre Teu altar de ouro, com o nosso Sacrifício, o Senhor Jesus. Pedimos isto em Seu Nome. Amém.

Agora eu acho que os anciãos tomarão seus lugares, e eles… da igreja, e eles trarão as pessoas à medida que elas chegam, fila por fila, para a ceia. Eu sempre recordo aquele hino: “Querido Cordeiro moribundo, Teu precioso Sangue nunca perderá seu poder, até que toda Igreja resgatada de Deus seja salva, para não pecar mais”. Vamos inclinar nossas cabeças.

Oração pela Santa Ceia do Senhor

Bondoso e Santo Pai, Jeová, o grande Todo Poderoso, envie Tuas bênçãos sobre o Teu povo enquanto esperamos. Perdoe nossos pecados. E agora Te oferecemos este sacramento, este vinho, as uvas cresceram, e mãos de ministros as amassaram. E foram transformadas em vinho para a causa que estamos agora trazendo a Ti, que isto possa representar para nós o Sangue do nosso Senhor Jesus Cristo. Eu oro a Ti, Pai, para que santifiques o vinho para este propósito. Perdoe cada um de nossos pecados. E que cada pessoa que receber este vinho em seu corpo, que ela possa ter saúde, força, e salvação de Ti. Conceda isto, Senhor. Nós pedimos no Nome de Jesus. Amém.

Ministrando a Santa Ceia do Senhor

A Bíblia diz quando Ele partiu o pão e o abençoou, disse, “Tomai e comei, este é o Meu Corpo que é partido por vós. Fazei isto em memória de mim”. E quando tomamos estas pequenas porções de pão, do “kosher”, o qual é feito sem levedo. É feito por cristãos. É feito porque isto – isto representa o Corpo de Cristo. Nós compreendemos que – que foi – os discípulos nos dias de Cristo, ou da igreja quem tomaram estas porções e prepararam a ceia na última ceia, na última ceia de Cristo. E através da Bíblia, eram os discípulos que ministravam estas coisas ao povo. E hoje, nossos discípulos dos dias modernos, nossos irmãos aqui da igreja, discípulos desta causa, ministrarão ao povo. E eles tomarão estas porções e as darão ao povo.

E agora quando você receber este pão, recordem, ele representa o Cordeiro. A muitos anos atrás quando o cordeiro de Israel era assado no fogo, e era tomado com ervas amargas, o povo tinha força; seus sapatos nunca se gastavam, suas vestes nunca gastavam, através de toda viagem até chegarem em sua terra prometida. Que Deus nos possa conservar com saúde, alegre, servindo-O até alcançarmos a Terra Prometida que Ele nos deu. Oremos.

A mesa do Senhor

Bondoso Pai Celestial, enquanto falava nesta noite daquele Corpo Santo e santificado do nosso Senhor, no Qual habita toda plenitude da Divindade. Quando lembro daquele Corpo sendo pregado e – e quebrado, e o Sangue correndo, Suas costas e Suas costelas salientando, os chicotes de um lado para o outro em Suas costas; quando penso que este pão enrugado e batido representa aquilo, isto brota em nossos corações. Nós colocamos nossos corações, Senhor, sobre o Teu altar nesta noite. Perdoe-nos, ó Deus. E que este pão partido, quando chegar na boca destes, Teus servos, que eles possam reconhecer que isto foi o Teu precioso Corpo que foi machucado e ferido, e pelas pisaduras fomos sarados. Conceda isto, Senhor. Santifiques este pão “kosher” para o seu propósito. Nós pedimos no Nome de Jesus. Amém.

(Esperem um minuto). Não é uma comunhão fechada. Cada crente Cristão é bem vindo a mesa do Senhor, para ter companheirismo conosco.
Mensagem pregada pelo profeta William Branham – A chave para a porta – Parágrafos: 142-151.

Faça o download da mensagem completa em PDF: A CHAVE PARA A PORTA

Esta entrada foi publicada em Ceia do Senhor e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.