Espere uma decisão clara e precisa de Deus

Eu creio em cura Divina. Eu creio no batismo do Espírito Santo. Eu creio no – no Espírito Santo falando em línguas. Eu creio em cada dom que Deus deu á Sua Igreja. Eu estou de acordo com eles, cem por cento. Porém eu creio…

Eu não estou de acordo com muita desta cura de primeiríssima que nós temos por aqui hoje. Eu gostaria apenas de fazer um comentário quanto a isto. Há algum tempo atrás havia um irmão… E não é o meu precioso Irmão Tommy Hicks, o qual eu estimo como um verdadeiro servo de Cristo. Havia um outro homem em um outro país, e neste país havia uma… Ele era apenas, todo o tempo: “O curador de primeiríssima de Deus! O curador de primeiríssima”, você sabe, dessa maneira.

Irmão Branham na Africa

 

 

 

 

 

 

E eu recebi uma carta depois que o homem tinha… da igreja luterana. E meu secretário aqui sabe que nós temos isto arquivado. Eu não falarei o nome do homem, porque não é próprio do cristão. Todavia, eu discordo com as idéias do homem, porém isso está perfeitamente bem. Eu o amo. Ele é meu irmão.

Porém simplesmente chegou a um ponto onde eles simplesmente tinham que ter algum tipo de sensação, ou estimular isto, ou alguma outra coisa assim. Veja. E, isso, isso não é bom, veja, irmão. “Exercício corporal muito pouco é proveitoso”.

E deste modo este ministro luterano escreveu de volta a este ministro uma – uma – uma carta. E ele disse: “Vocês evangelistas americanos que vêm aqui”, disse, “com toda a sua cura de primeiríssima para todos!”

E agora isto soa como um pequeno buquê para mim mesmo, porém Deus sabe que eu não quero dizer isto dessa maneira. “Porém”, ele disse, “quando a pequena Deborah Stadsklev morreu, aquele bebê, e aquela mãe estava ali aquele dia em Índia – … na Califórnia, onde aquele bebê morreu, e estava frio. E viu… colocou aquele bebê no braço do Irmão Branham, e ele ali de pé e orou por ele. E o bebê começou a gritar e espernear; e o entregou de volta para ela”.

Ele também sabia do caso mexicano. O qual, nós podemos basear nestes Homens de Negócios do Evangelho Completo um atestado. Você tem que ter algo que tenha sido atestado por um médico. Quando aquele bebezinho mexicano morreu naquela manhã, ás nove horas, e era onze horas naquela noite. O médico escreveu o seu atestado. O irmão Espinoza, o qual muitos de vocês irmãos da Assembléia de Deus conhecem, foi ele quem recebeu aquele atestado do médico, que ele morreu.

E eu vi uma visão sobre a multidão; quando vinte mil pessoas católicas vieram a Cristo, na Cidade do México. Eu disse: “Simplesmente não tome isso. Eu não sei, aquele bebê… Eu acabei de ter uma visão aqui fora”.

E Billy estava ali, tentando, com trinta ou quarenta porteiros, não podiam manter aquela pequena mulher fora da fila de oração, com aquele bebê. Ela corria entre suas pernas, e tudo mais. Deste modo, finalmente, eu pedi para o Irmão Jack Morre descer. Eu disse: “Vá, ore por ele”.

Eu olhei aqui fora, e eu vi um bebezinho mexicano sorrindo. Eu disse: “Espere um minuto. Traga-o aqui”. Está vendo? E quando eu coloquei as minhas mãos sobre aquela manta… Chovia em abundância, todo o dia. E eles haviam estado ali de pé desde bem cedo naquela manhã, e isto era quase onze horas naquela noite. E coloquei minhas mãos sobre o bebezinho. Ele começou a espernear e dar gritos. E eles começaram a gritar.

Deste modo, então eles o levaram e receberam o atestado. Foram até o médico, e o médico disse: “Eu pronunciei o bebê morto. Nesta manhã ás nove horas. Ele morreu de pneumonia”. Está vendo? E logo então aquelas coisas são – são – são verdadeiras. Elas estão atestadas. Tem que estar.

Nós sempre deveríamos ser honestos e fiéis sobre qualquer coisa. Não faça disto nenhuma… Apenas deixe isto ser o que é. Deixe isto… Deus não necessita de nenhuma ajuda em nada. Veja, Ele é, Ele é Deus.

Assim que isto ele disse agora: “Porém quando esta mãe ligou para o Irmão Branham na América, chorando para ele no telefone: ‘Venha e ressuscite o meu bebezinho!’ E o governo dos Estados Unidos…”

Seu marido é um capelão no exército. E todos vocês conhecem Julius, muitos de vocês conhecem; muitos de vocês conhecem; escreveu o meu livro: Um Profeta Visita a África.

E aquela pobre mãezinha norueguesa, gritando, com toda a força dos seus pulmões, disse: “Irmão Branham, eu estava ali de pé quando aquele bebê veio à vida!” Disse: “Nós cremos que o senhor é um servo do… de Cristo”. Disse: “Venha, imponha as suas mãos sobre o meu bebê, e ele viverá”. Simplesmente morreu apenas em momento ou dois, com pneumonia; esteve doente cerca de quatro horas, ou cinco.

E estes homens haviam estado ali em volta, gritando e berrando, e pulando para lá e para cá, dizendo: “Deus vai ressuscitá-lo! E disseram…

Por isso, a AmericanA ir-… ou, não a American Airlines [Companhia de aviação – Trad.] O exército dos Estados Unidos ia me levar em um jato, e voltar, em um dia. Está vendo?

E eu disse: “Antes que eu vá, deixe-me encontrar a vontade do Senhor”. Deste modo eu orei, dois dias. E aquele médico foi tão amável em deixar o bebê deitado ali.

Então, uma manhã, eu me levantei e comecei a ir para a cozinha. Eu olhei; ali pé, acima, era exatamente uma Luz, quase do tamanho desta luz ali, circulando em volta, disse: “Não toque nisso. Não repreenda isso. Isso é a mão do Senhor”.

Eu voltei correndo e liguei para a nação, e liguei e disse? “Eu – eu não posso ir”.

E este ministro luterano disse: “Por que vocês não esperam até que vocês recebam uma decisão precisa de Deus, como o Irmão Branham recebeu, e então vocês sabem do que vocês estão falando!”

Agora, isso mesmo, irmãos, se nós não simplesmente nos atirarmos á conclusões; e esperarmos, e recebermos uma clara, precisa decisão de Deus.

E tudo isto aqui, curando pecadores que não sabem nada a respeito de Deus. Eu creio que a cura Divina está baseada num princípio, que vocês deveria vir a Deus, primeiro, e entregar o seu coração a Ele, e lavar completamente suas vidas no Sangue de Jesus Cristo, e então Deus irá operar com vocês e curá-los.Do mesmo modo que este irmão disse, sobre a pequena mulher pela qual ele havia orado ali embaixo, uma santa de Deus. Veja você.

Em minha vida, eu cometi muitos erros. Eu tenho feito muitas coisas que são erradas. Eu farei provavelmente, se eu viver muito mais, eu farei muito mais. Talvez algumas delas serão pedras de tropeço em seu caminho. Eu espero que vocês me perdoem.

Eu estava lendo a respeito de Abraão, como que as frustrações que coisa, as coisas que ele fez; ele duvidou de Deus; e ele mentiu sobre a sua esposa; e tudo mais. Porém quando o seu comentário Divino foi escrito em Romanos 4, nunca mencionou os seus erros, porém disse: “Abraão nunca vacilou”, na incredulidade… através de Deus:”porém foi fortalecido”. Todos os seus erros foram todos esquecidos, quando o comentário Divino de sua vida foi escrito. Suas frustrações nem mesmo foram mencionadas. Seus erros não foram mencionados.

E, irmão, eu espero, que quando o meu comentário for lido naquele Dia, que Ele apague os meus, também, e não pense nisto. Eu espero que vocês o façam, também. Deus os abençoe.

[O Irmão Tommy Hicks comenta, então ora. A congregação louva ao Senhor, então canta Eu O Amo. Os irmãos abraçam uns aos outros e as irmãs abraçam umas as outras. Depois de oito minutos, o Irmão Branham retornou ao microfone – Ed.]

Se eu pudesse ver isto acontecer ver isto acontecer por todas as partes do mundo, eu diria: “Senhor, permite que Teu servo parta em paz!”
Mensagem pregada pelo profeta William Branham: A divindade explicada – Parágrafos: 310 à 337.

Para obter a mensagem completa clique no link ao lado: DIVINDADE EXPLICADA

Esta entrada foi publicada em Esperiências do profeta e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.