Mas é a graça, oh, graça!

Oh Deus! Se necessitou da graça de Jeová para conservar a Sua família junta. E esta é a única maneira pela qual somos da família de Jeová hoje, é por causa da graça de Jesus Cristo. Estaríamos todos perdidos. Mas é a graça, oh, graça!

Há pessoas quase por toda parte,  Cujos corações estão inflamados  Com o Fogo que caiu no Pentecostes. Que os purificou e deixou limpos; Oh, isto está queimando agora no meu coração. Oh, glória ao Seu Nome,  Estou tão feliz em poder dizer que sou um dos tais. Um dos tais, um dos tais. Estou tão feliz em poder dizer que sou um dos tais. Um dos tais, um dos tais,  Estou tão feliz em poder dizer que sou um dos tais. Eles estavam reunidos no cenáculo,  Todos orando em Seu Nome,  Eles foram batizados com o Espírito Santo,  E Poder para o serviço veio;  Agora o que Ele fez por eles aquele dia  Ele fará também por você,  Estou tão feliz em poder dizer que sou um dos tais. Você não está? [A congregação diz: “Amém.”-Ed.] Vem, meu irmão, busca esta bênção. Que purificará teu coração do pecado,  Isto fará que os sinos da alegria comecem a Tocar  E manterá tua alma inflamada;  Oh, isto está queimando no meu coração,  Oh, glória ao Seu Nome!  Estou tão feliz em poder dizer que sou um dos tais.

Irmão, estou lhe dizendo, isto são as Luzes do entardecer que estão brilhando. A mesma Doutrina apostólica, o mesmo batismo apostólico, o mesmo enchimento apostólico do Espírito Santo, os mesmos sinais e maravilhas apostólicos, estão mostrando-se para os gentios; como eles fizeram para com os judeus, lá atrás no romper da manhã, aqui está isto, no pôr do sol.

Agora, eles não guardaram isto. Porém eles nunca chegaram à promessa completa; não aquela geração. Não, para aqueles os quais as promessas foram feitas, pereceram no deserto. Mas Deus os alimentou, Deus tomou conta deles, Deus os amou, Ele movia por ali. Por que? Sua graça fez isto. Sua graça por causa de Sua promessa, Sua promessa então, a graça que foi com Sua promessa. Mas eles nunca chegaram ao completo valor da terra prometida.

E nem mesmo chegou esta igreja ao seu valor total. A graça de Deus nos segura. Porém Ele deseja ter uma igreja que O obedeça, um povo que tomará Sua Palavra e dirá “Esta é a Verdade”, não importando com a organização. Ele deseja um povo que não dirá: “Bem, sou tão bom quanto você. Sou presbiteriano, sou metodista, eu sou católico, sou tão bom quanto você”. Isto não é graça; isto mostra que há algo errado.
Mas uma pessoa, seja quem for, que for ler a Palavra de Deus ver que você tem que nascer de novo e se encher do Espírito Santo, eles crerão nisto, eles tomarão isto pela Palavra. Eles tomarão a Palavra exatamente como Ele diz.

Como os batismos e as aspersões; o batismo está correto. Não há ninguém na Bíblia que foi alguma vez aspergido, não existe tal Escritura. Nem mesmo houve alguma vez alguém que fosse batizado no nome “Pai, Filho e Espírito Santo”, na Bíblia. Eles foram, cada um, batizados no Nome de Jesus Cristo. Então não há nenhum, nem mesmo um pedacinho da história para . . . Se alguém puder mostrar em qualquer lugar, em qualquer ponto da história, onde qualquer pessoa foi alguma vez batizada na Bíblia, ou trezentos anos após a morte do último discípulo, até a igreja Católica, se qualquer pessoa puder mostrar um lugar qualquer onde uma pessoa foi alguma vez aspergida ou batizada no nome “Pai, Filho e Espírito Santo”, até a igreja Católica, você está comprometida a vir a mim e me dizer. Não está lá. Mas o que fazemos nós?

Passamos pelas Eras da Igreja e vemos onde eles tiveram que fazer aquilo. Então, vê você, Deus quer alguém que O obedeça. Se isto não está nas Escrituras, então não é um homem . . . é uma doutrina feita pelos homens e não uma doutrina da Bíblia. Vêem? Então seja qual for a igreja, quão errado você tenha estado, que diferença faz isto? Tem que ser o quão certo você possa estar agora! A graça de Deus tem mostrado isto para você, então ande nisto. Na graça de Deus!

Recordem, Moisés também, aquele grande líder. Deus devia ter lhe matado quando ele desceu lá embaixo para glorificar a si mesmo ao ferir aquela Rocha, e disse: “Vê você o que eu posso fazer?” Em outras palavras. “Vocês rebeldes, deveríamos nós extrair águas desta Rocha para vocês?” E ele A feriu e as águas não vieram; ele A feriu outra vez. O que fez ele? Ele testificou da fraqueza de — de Cristo, porque Cristo era aquela Rocha. Esta é a Pedra Principal. Ao invés de ferir, ou falando disto . . .
Ela foi ferida uma vez. Recordem, Deus disse a Moisés lá no êxodo, “Vá e eu estarei diante — diante de ti, sobre a Rocha, e ferirei a Rocha”. E ele feriu a Rocha e Ela trouxe águas. Deus disse: “Na Próxima vez, vá e fale à Rocha e Ela trará Suas águas”.

Mas Moisés queria mostrar que ele tinha um pouquinho de autoridade, um poderzinho, então ele disse: “Eu lhes trarei água desta Rocha”. Deus lhe teria matado por isto. Deus lhe teria separado, porque ele havia quebrado a lei de Deus ali mesmo, porque ele falou da fraqueza de Cristo, Ele tinha que ser. Agora nós falamos à Rocha, e Ela traz Suas águas.

Mas o que era aquilo? Olhemos no velho homem, ele tem cento e vinte anos.
Alguém havia me dito há não muito tempo atrás, disse, “Deus é um Deus injusto”, disse, “Porque Ele deixou Moisés tombado. Depois do árduo trabalho com os Hebreus por quarenta anos naquele deserto lá, Ele o deixou caído e então nem mesmo o deixou ir à terra prometida”.

Eu disse, “Oh, isto não faz sentido”. Não, Ele não deixou Moisés caído. Ele foi à terra prometida. Cerca de setecentos anos depois, ele foi visto no topo do Monte da Transfiguração, tão vivo como ele sempre foi, de pé, falando com Jesus antes Dele ir para o Calvário, ele e Elias, de pé juntos, conversando também. Moisés e Elias apareceram para Jesus, Pedro, Tiago e João no Monte da Transfiguração. Ele não estava morto. Ele estava vivo. Deus não o deixou caído. Ele estava na Palestina.

Agora veja, antes dele morrer, ele subiu o Monte Nebo, naquela manhã quando ele viu que estava partindo. Ele havia tirado as roupas de Arão, colocou suas roupas umas sobre as outras. Tomou o seu próprio manto e o colocou sobre Josué, ordenando-lhe para ficar com suas normais! E quando ele subiu ao Monte Nebo, passou pelo vale das planícies, sabendo que ele iria lá em cima para morrer, e subiu o Monte Nebo, e até o Pisga. E enquanto ele estava de pé lá em cima, Deus disse: “Olhe para a terra. Eu quero que você veja isto. Moisés, você poderia ter ido até lá. Mas você sabe o que você fez lá embaixo, na Rocha, naquele dia? Você glorificou a si mesmo”. Eu penso que é esse que vai ser o grande problema com muitos de nós hoje. “Foi até lá embaixo na Rocha e glorificou a si mesmo”. Mas observe quando ele se aprontou para morrer, lá estava a Rocha. Ele deve ter simplesmente pisado sobre a Pedra lá em Pisga, e Deus o sepultou. [Espaço vazio na fita . . . Ed.] . . . Monte da Transfiguração, centenas de anos mais tarde, lá na Palestina. Vêem, a graça de Deus proveu a Rocha. Oh, que coisa!

Eu penso em Abraão, em todos os erros que ele cometeu, e Moisés e seus erros, mas quando os comentários sobre Abraão foram escritos, quando os comentários divinos foram escritos, quando Paulo escreveu os comentários sobre Abraão, ele nunca mencinou uma só coisa acerca da incredulidade de Abraão. Não, não, ele nunca teve isto em conta. Ele disse: “Abraão não vacilou na promessa de Deus por incredulidade, mas foi fortificado dando graças a Deus.”

Minha humilde oração é, diante da graça de Deus que está aqui nesta manhã, espero que os meus estejam escritos desta maneira, para que Ele não veja os meus erros. Para que quando os meus comentários forem escritos, minha necrologia, que não seja lido que eu cometi erros e fiz o errado, mas que Ele somente veja as coisas que eu tentei fazer para Ele. Que eles simplesmente possam se tornar . . . O que faz aquilo? Ele tomará a graça de Deus na qual eu creio. E é nisto que exclusivamente estou crendo. Pois sobre os meus próprios méritos eu não pude ir mais do que nenhum dos restantes, mas estou dependendo da graça de Deus. Sim, é da graça que estou dependendo.
Havia uma Rocha lá quando Moisés estava pronto para morrer.

O que poderíamos dizer de Davi? A graça de Deus! Aquele grande guerreiro para quem Deus Mesmo . . . Ele disse: “Ele é um homem segundo o Meu coração.” Aquele grande guerreiro, Davi, como pôde ele fazer uma coisa como a que que ele fêz, tomar Urias, seu soldado, quando ele tinha as mãos cheias de gentios lá como soldados? Ouçam atentamente esta pequena história por um momento. Quando eles tinham os seus soldados lá, e Urias foi aquele que se pôs ao lado de Davi. Urias era um prosélito, ele era um heteu, um prosélito para a religião judaica. E aqueles homens amavam tanto a Davi! Eles viram que a unção estava sobre ele, embora ele fosse um . . . ele fosse um fugitivo. Foi despejado de seu próprio país, teve que viver com os filisteus. Saul o estava caçando. Mas mesmo aquele homem, eles viram a unção sobre ele! Eles sabiam que ele estava vindo em poder. Glória a Deus.
Estou tão feliz em ser um fugitivo hoje, por que eu vejo que Cristo está vindo para ser Rei. Você pode eleger todos os Kennedy’s ou quem mais você desejar. Mas Cristo será o Rei! A unção está sobre a Mensagem de Sua vinda. E Ele será Rei!

O que fizeram eles? Certo dia ele estava parado lá em cima, sedento por um gole de água do portão lá de Belém, onde ele costumava ir pastorear as ovelhas. E vocês sabem de uma coisa? Dois daqueles tomaram espadas e abriram caminho através de quinze milhas (aproximadamente 25 km) de carne humana, para lhe trazer um balde de água. Porque, seu menor desejo era uma ordem para eles. Pensem nisto! E eles passaram através daqueles homens, todo o caminho ao topo daquela montanha onde eles disseram que ele estava de pé, isto seria cerca de quinze milhas. Eles passaram por lá. E todos os homens se levantaram, eles lutaram com eles até que os mataram. e seguiram em frente! E tomaram aquele balde e apanharam um balde de água, bem lá na linha inimiga, dois homens, para trazerem ao seu rei, seu irmão, um gole d’água, quando ele tinha água lá para beber, mas ele queria daquela água.

Oh Deus, deixe-me tomar aquela Espada da Palavra e passá-la através de cada organização, para trazer o batismo no Nome de Jesus Cristo, e o Poder da ressurreição e o Espírito Santo, de volta ao povo, não importa o que . . . porque Ele está vindo em poder. Ele está vindo em poder, Ele estará sozinho. Mas corta através de cada organização, corta através de cada teoria, cada credo feito pelo homem, até que você traga ao Salvador de volta a ovelha que estava perdida, alguém, trazendo de volta às doutrinas bíblicas outra vez, de Jesus Cristo, o mesmo ontem, hoje e eternamente. A graça de Deus.
Mensagem: A mensagem da graça – Parágrafos: 92-111.

Faça o download da mensagem completa em PDF: A MENSAGEM DA GRAÇA

Esta entrada foi publicada em Salvação e segurança e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.