Não importa o que digam

não importa o que digam

Outra noite me chamaram, havia um jovem, e eu havia falado com ele em anos passados aqui no super-mercado; ele havia chegado a ser um alcoolatra; eu o conhecia e era um bom jovem, porém ele era um pecador. Sua mãe chamou várias vezes e por fim me encontraram, e quando recebi a mensagem, tive luta sobre luta para chegar ao lado daquele homem, e quando cheguei, ele já não conhecia a ninguém, estava ali inconsciente; e estavam fazendo tanto alvoroço, seu pai tratando de consolá-lo, dizendo-lhe “Meu filhinho querido” (E ele já tem como que 51 anos). E lhe dizia: “Querido isto e aquilo, aquieta-te”. E ele tratando de se levantar e seus braços tão delgados. Ele tinha tanto cancer que até já era um cancer inteiro. Todos seus órgãos tinham cancer, e mesmo o sangue era canceroso – tudo; e estava tão atormentado e tratando de levantar-se.

O tomei pela mão e disse:”Woodrow, Woodrow, este é o irmão Branham”.

O pai lhe disse: “Woodrow, este é o irmão Branham, não o conheces? E ele não dizia nada, somente uns ruídos. Então o pai me disse:”Irmão Branham, parece que não chegou a tempo”.

Disse-lhe: “Nunca é demasiado tarde, Ele está aqui entre nós. Tenho tido algumas lutas”. Haviam outros jovens ali presentes, uns parentes que eram incrédulos; lhes disse: “Vê? Preparem-se porque vocês chegarão a este lugar, cada um tem que chegar a este ponto. Possivelmente não seja por meio do cancer, pode ser outra coisa, talvez atirado na estrada morrendo de hemorragia, ou algo assim, porém tem que chegar aqui”. Lhes falei por um momento, esperando ver o que o Espírito mandava fazer.

De repente senti esse sinal: “Imponha tuas mãos sobre ele”.

cura divina

Disse aos demais: “Inclinem seus rostos”. O Fizeram. Impus minhas mãos e disse: “Senhor Deus, permita que o jovem volte a si para que possa saber o que tem que fazer antes de encontrar-se com esta coisa. Está morrendo. O diabo o tem enredado e já está partindo. Por beber tanto alcool tem trazido a morte sobre si. Aqui está nesta condição. Minha oração é que tenhas misericórdia dele”. E logo depois de orar, no dia seguinte ali estava assentado falando com seu pai.

Faz pouco me chamaram do hospital para orar pelo irmão Busty Roggers.

Vocês recordam aquele dia quando acabava de pregar ali em Milltown quando a Senhorita Gerogie Carter foi curada. Foi então quando o irmão Smith, um ministro Metodista, disse: “Se há alguém aqui que tem sido batizado no Nome do Senhor Jesus Cristo, saia deste culto!” E me condenou por todos os lados. Eu nunca disse nada contra. Segui adiante, eu tinha uma comissão. O Senhor me havia mostrado uma visão e havia uma ovelhinha enganchada por ali no deserto, e eu estava buscando esta ovelhinha. Fomos a tottens-ford, o irmão George Wright estava comigo e não sabiamos que fazer. Eu havia comprado uma caixa por 10 centavos que serviria de púlpiro ali na rua. Ele disse que tinha que ir tratar de uns negócios e fui com ele, e ali a pouca distância havia uma Igreja Batista, uma igreja grande e estava vazia.

O Senhor me disse: “Fique aqui “.

Disse ao irmão Wright: “Deixe-me aqui “. Fiquei e ele seguiu com seu negócio e logo voltou.

Tratei de abrir a porta porém estava fechada com cadeado. Disse: “Senhor se tu está neste negócio e queres que entre a esta igreja, abra-me a porta”. Me assentei e estava pensando quando ouvi que vinha alguém.

Este homem chegou e disse: “Bom dia, deseja você entrar na igreja?”

Disse: “Sim, senhor”.

Ele disse: “Eu tenho as chaves”.
Então começamos a ter cultos. A primeira noite a congregação consistia do irmão Wright e sua familia. Pelo fim da semana a gente não podia nem se aproximar da igreja com tanta gente, porém ainda não havia chegado aquele cordeirinho. Durante este tempo o irmão Hall foi salvo e agora é o pastor da igreja. Ainda não se encontrava essa ovelhinha. Mas depois de um tempo, da Igreja de Cristo ali ao pé da serra…Ali estava aquela jovenzinha de nove anos e oito meses que nunca em sua vida havia se movido da cama, ali estava. Vocês sabem a história de como foi curada.

o batismo em nome do senhor jesus cristo

Então essa tarde quando fomos ao rio para batizar, ali estava a congregação do irmão Smith rindo de nós. Estavam fazendo crítica porque batizávamos no Nome do Senhor Jesus Cristo.

Entrei nas águas lodosas de Tottens – ford onde a água estava rugindo, dois diáconos entraram comigo e disse: “Estou aqui nesta tarde em representação das Sagradas Escrituras de Deus. Eu leio na Bíblia que Pedro disse: “Arrependei-vos e cada um de vós seja batizado no Nome de Jesus Cristo para remissão dos pecados.” Entreguei a Bíblia a um dos diáconos e avancei mais para a água e disse: “Qualquer um que se arrepende de seus pecados é candidato para se batizado”. E parecia que havia um anjo em cada rama das árvores olhando-nos. Quando havia batizado uns dois ou três, a congregação inteira do irmão Smith entrou na água gritando; as mulheres entraram com seus finos vestidos, etc. Eu batizei sua congregação inteira no Nome do Senhor Jesus Cristo.
E que significava isto? Acrescentando a sua virtude. Vê você? Deixe as coisas em paz. Deus sabe como fazer as coisas e como traze-las a cumprimento. Deixe que digam o que queiram, não lhe importa nada. Siga adiante.
Ali estava Busty Rodgers, um homem grande e robusto, um veterano, e quando viu isso, disse: “Eu creio nisto com todo o meu coração”. E entrou na água com seu fino traje e foi batizado no Nome do Senhor Jesus Cristo.

oração pelo enfermo

Agora já faz como uns três ou quatro anos me chamaram ao hospital de Nova albany onde Bustu Rodgers estava morrendo de cancer. Os doutores lhe disseram que viveria talvez até a manhã do dia seguinte.

Me disseram: “Venham logo, está morrendo”.

Quando cheguei oramos e ele me disse: “Irmão Branham, naquele canto do quarto há um arco-iris”.

Dei a volta para ver e disse: “Busty, isso é um pacto. Tu não vais morrer. O pacto do sangue tem te salvado”.

Impus minhas mãos sobre ele e disse: “Senhor e Deus, esta visão prova que Tu estás aqui conosco. Teu pacto é “pelas suas pisaduras fomos sarados”. Ele ficou são e o despediram do hospital. Passaram quatro anos pescando aqui no rio Ohio, e onde havia estado o cancer, ao redor da entrada do esôfago ao estômago, havia se formado um calo e estava duro. Os doutores no hospital disseram que tinham um tratamento de cobalto que servia para alargar esta entrada ao estômago e assim deixar passar maior quantidade de alimento. Ele tinha que comer devagar. Foi para fazer o tratamento e eu nem sabia que estava no hospital. Quando lhe operaram, entrou numa convulsão e teve um ataque. Foi paralizado por um lado e a única coisa que podia fazer era emitir um gemido mui débil. Com um lápis tratava de escrever com a mão direita. O lado esquerdo estava paralizado. Apenas pode escrever: “Jesus salvou 1900…” Não pode completar o pensamento.

Então a esposa me disse: “Irmão Branham eu não sei o que quer dizer”.

Disse-lhe: “Sra. Rodgers, o que quer dizer é que foi em mil novecentos e tanto quando foi salvo e batizado no Nome de Jesus Cristo. E nisso está repousando agora. Ele não teme a morte”. Disse: “Senhor e Deus, permita-lhe a vida! Rogo ;no Nome de Jesus que lhe permitas viver”. Impus minhas mãos sobre ele. A paralisia lhe deixou e as convulsões cessaram, e ele se levantou da cama. Agora anda testificando.

Acrescente à sua fé virtude; acrescente à sua virtude ciência; à sua ciência temperança à sua temperança, paciência à sua paciência, piedade à sua piedade amor fraternal; e ao amor fraternal, o Espírito Santo. Então virá Cristo. Porque sob Ele (o Espírito Santo), o que está é o Espírito de Jesus Cristo na Igreja para manifestar estas virtudes.
Mensagem pregada pelo profeta William Branham: A estatura de um varão perfeito – Parágrafos: 292-318.

Para obter a mensagem completa clique no link ao lado: A ESTATURA DE UM VARÃO PERFEITO

Fé genuina Fé genuina na Palavra de Deus

Esta entrada foi publicada em Esperiências do profeta e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.