O dia de Natal

Vamos, o 2º capítulo, vamos ler isto.
E aconteceu que naqueles dias que saiu um decreto da parte de César Augusto, a todo o mundo para que se alistasse.
(E este primeiro alistamento foi feito…pelo presidente da Síria.)
E todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade.
E também subiu José da Galiléia, para a cidade de Nazaré, a Judá, à cidade de Davi, chamada Belém (porque era da casa e família de Davi),
A fim de alistar-se com Maria, sua mulher, que estava grávida.
E aconteceu que, estando eles ali, seu cumprimento dos dias em que ela havia de dar à luz.
E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o na manjedoura, porque não havia lugar para ele na estalagem.

Agora, somente como base, para…até que nós cheguemos à porção disto que eu usaria esta manhã. E todos vocês somente deixem-se à vontade no Espírito do Senhor.

Como eu sempre disse, “Talvez a minha fé não suba onde Enoque subiu, porém com certeza eu não ficaria no caminho de ninguém que pudesse subir ali”. Grande fé. Agora, obtendo estas experiências, esta é a razão pela qual eu creio na Bíblia, e é aí onde tiro meu tema.

Nós estamos, hoje, por todo o mundo, está sendo comemorado o nascimento de Jesus, o qual agora é apenas tradicional. Jesus nunca nasceu em nenhum cinco de dezembro ou nada como…ou 25 de dezembro. Nós sabemos que isso é impossível. As colinas da Judéia estavam cheias de neve nesse tempo, portanto como poderia ser isso? Jesus comumente, pela astrologia, e assim por diante, e por tudo que nasceu, primeiro, ao redor de primeiro de abril, portanto quando era primavera. Porém este é um dia, o qual está bem, apenas dedicado para adoração, em memória de Sua vinda ao mundo.

Um dos maiores dons que Deus alguma vez deu ao mundo foi Jesus Cristo. Isso, nós sabemos disso. E agora eu desejo falar, esta manhã, sobre a Sua Deidade, Quem Ele é.

Há tantos que o expõe como um bebezinho deitado lá no berço, e assim por diante. Porém isso – isso somente foi um dos quadros, somente uma das expressões do drama, para trazer isso ao que Ele realmente é, Sua Deidade.

E Ele disse, nas Escrituras de Sua vinda, que havia sido dito Dele desde os dias de – de João. Categoricamente de volta até Gênesis, isto estava profetizado, que “a Semente da mulher feriria a cabeça da serpente,” prometendo este Filho – Filho, Cristo Jesus. E Ele havia estado através de todos os profetas; quase todos os profetas que já estavam escritos na Bíblia falaram a respeito de Seu primeiro e segundo advento, quando Ele viria ao mundo.
Mensagem pregada pelo profeta William Branham – A deidade de Jesus Cristo – Parágrafos: 35-39.

Para obter a mensagem completa, clique no link ao lado: A DEIDADE DE JESUS CRISTO

Esta entrada foi publicada em Natal e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.