Oração: Somente uma vez mais, Senhor

Incline sua cabeça por um minuto.
oração somente uma vez mais, SenhorPai Celestial, Teus servos podem falar tudo o que desejam falar, e podemos trazer a verdade tão clara ao povo; porém pode, com tudo isso, ser meramente uma emoção. Seguirão sendo, simplesmente, lábios de um ser humano falando à congregação. E Senhor, Tu és Sobrenatural, e onde quer que Tu estejas, há sinais sobrenaturais. Milagres são feitos, e coisas que não podem ser explicadas. Quando Tu estiveste aqui na terra, Tu caminhaste em meio do povo. Tu curaste ao enfermo. Uma mulher tocou em Tuas vestes uma vez, e Tu te voltaste, e lhe disseste: “quem me tocou?” Tu mesmo não o sabias. “Quem me tem tocado?” Porém era o Deus que estava em Ti. Tu conhecias o segredo do coração, porque a Bíblia diz: “Porque a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante que toda espada de dois gumes; e penetra até a divisão da alma e do espírito, e juntas e medulas e discerne os pensamentos e intenções do coração”. E Tu olhaste para baixo, e pobre mulherzinha não pôde se esconder. Tu lhe disseste que sua fé a havia salvado.

Tu disseste: Eu não faço nada se o Pai não me mostra primeiro. O Pai opera, e Eu juntamente com Ele”. Se Tu estivesses aqui nesta noite, operarias tal como o Pai to ensinou”.

E eu rogo a Ti, Senhor, que possas fazer regressar a esta igreja, Uma Vez Mais, Senhor, a esta gente reunida aqui nesta noite, de diferentes igrejas: metodistas, batistas, católicos, presbiterianos, pentecostais, com toda classe de marcas sobre eles. Senhor: Tu não olhas as marcas. Tu olhas o sangue. Eu te rogo, Pai Celestial, que, nesta noite, o povo possa ignorar as marcas que levam, e recordar que Pentecostes não é uma organização, mas uma experiência que vem a qualquer homem ou mulher que confio em Ti. Cure aos enfermos, Senhor. Salva os perdidos, e receba Tu mesmo a honra.

E agora, Senhor, te entrego esta audiência, com estas palavras todas remendadas, Senhor, eu não sou eloqüente; não sou suficiente para trazer a Palavra; porém estou confiando que o Espírito Santo tome estas coisas e as revele, e as faça conhecer pelo motivo para o qual foram dadas. Não para sentir-nos inferiores, mas para sentir-nos mais humildes. Não para ser diferente, mas para ser verdadeiro e honrado para com o povo tal como o seria para com Deus. Porque se não posso ser honrado com Seus filhos, como posso eu ser honrado para com Ele?

Eu te rogo, oh Deus, que Tu vindiques isto nesta noite aqui diante do povo, agora mesmo, e que eles cheguem a saber que estão vivendo na sombra do tempo. Que a Mensagem da hora é: Arrepender-se e voltar de novo à fé dos pais. Conceda-o. Os entrego a Ti. Senhor, salva aos pecadores; encha aos crentes; cure aos enfermos. Traga Tua Glória. Que todos possamos clamar unânimes: “Uma Vez Mais, Senhor”. Uma Vez Mais. Permita que suceda uma vez mais. Te pedimos no Nome de Jesus.

Com suas cabeças inclinadas, em atitude de oração, não quer você considerar isto? Sou eu, Senhor. Que posso fazer? Que devo fazer? Esquadrinha-te, enquanto a música soa suavemente. Pensa neta mensagem dada em singeleza. Traga-lhes ao mensageiro. Pensa no que é a Mensagem. Agora, ao sentir que tens necessidade de Deus, simplesmente levante tua mão lentamente, enquanto manténs tua cabeça inclinada. Diga-lhes: “Senhor, lembra-te de mim”. Não importa de que tenhas necessidade. Diga-lhe: “Lembra-te de mim, oh, Senhor!”

Tenha fé em Deus agora. Não duvides. Creia simplesmente. Mantenha tua súplica até que Deus te fale e te diga: “Te darei tua petição”.

Diga ao Senhor: “Senhor, aqui estou, cego também. Tenho vergonha de mim mesmo. Estou, aqui, professando ser um cristão e vivendo da maneira como vivo. Estou envergonhado de mim mesmo. Tenha misericórdia de mim, Senhor! Cura-me fisicamente. Cura-me espiritualmente. Faça-me Teu. Sinto a Teu Espírito vir sobre mim. Senhor, o irmão Branham disse que Tu estavas aqui conosco. Eu o creio agora porque sinto a Ti. Eu sei que Tu estás aqui”. O Deus do céu responderá a tua oração. Simplesmente creia agora. Permita que a mensagem entre profundamente em ti. Simplesmente ore. Tenha fé. Não duvides, creia somente.

Agora, Senhor, concedo este pouco de tempo, para que homens e mulheres, meninos e meninas, possam pensar sobre isto. Esta tem sido, sem dúvida, uma mensagem rara para alguns; porém, Senhor, Tu sabes que é a verdade. Estando assentado em meu quarto, esta tarde, Tu trouxeste isto à minha memória: este grande homem que uma vez viveu para Ti, e a condição na qual chegou a estar. Agora, Pai, assim como Sansão esteve disposto a morrer, a fazer morrer a si mesmo, a morrer com seus inimigos para trazer a vitória de Deus e a promessa de novo, permita que nós, com todo nosso eclesiastisismo e com todas nossas diferenças, possamos fazer morrer a nossa própria maneira de pensar, e aceitar Tua Palavra. Permita-nos fazer morrer aos pensamentos que nos tem trazido de que os dias de milagres já tem passado, quando sabemos que Jesus é o mesmo ontem, hoje e para sempre. Conceda-o, Senhor, e que esta audiência possa ver o movimento da mão de Deus, uma vez mais, e que logo possa vir e se arrepender, e assim ver uma grande reunião. Que desta pequena igreja possa sair um avivamento que possa ferir a todos os filisteus e a todo o mundanismo através do país, e que possa ser um exemplo enquanto estas pessoas saem daqui esta noite.

Te pedimos que entres aqui, tal como o fizeste no caminho a Emaús, quando Tu falaste com aqueles homens durante o dia, quando eles iam falando de Ti. Tu falavas com eles, porém eles não te conheciam. Muita gente aqui presente, Senhor, vai à igreja, e são sinceros, e em verdade não são ensinados de uma maneira diferente. Porém, quando naquela ocasião Tu entraste naquele aposento, naquela noite, e te aproximaste da porta, Tu fizeste algo igual a como o fizeste antes da crucificação. Então eles souberam que Tu te havias levantado dentre os mortos. Então se apressaram de novo a regressar com pés ligeiros e corações também apressados, e disseram aos discípulos: “…Não ardia nosso coração em nós, enquanto nos falava no caminho?”

Concede que isto suceda, “Uma Vez Mais, Senhor”. Venha a esta audiência e faça as cosias que Tu fizeste antes de Tua crucificação, para que esta audiência possa saber que este teu servo, inútil, não lhes tem mentido, mas que lhes tem dito a verdade. O pedimos no Nome de Jesus. Amém.
Oração do Irmão Branham, na mensagem SOMENTE UMA VEZ MAIS SENHOR – Parágrafos: 147 ao 157.

Esta entrada foi publicada em Orações poderosas do profeta e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.