Paciência genuina

Ter paciência. Uma vez aquele povo tão rebelde foi tão impaciente que fizeram com que Moisés fizesse mal. Mas quando chegou o desafio, Deus se enfadou com as pessoas e disse: “Separa-te Moisés, porque vou acabar com todos e começar de novo”.

William Marrion BranhamEntão ele se pos na brecha e disse: “Deus, não o faças”. Por que? Teve paciência com o povo que estava se rebelando contra. Poderíamos nós fazer isso? Senão, então não trate de construir sobre isto, porque isto não muda. Assim foi vulcanizado o primeiro e assim tem que ser cada um. Se não é vulcanizado dessa maneira, então não pode chegar à estatura de ser a morada do Deus vivente; se não tem paciência, paciência um para com o outro.

Agora bem. Os três hebreus tiveram paciência. (Daniel, capítulo 3). Seguro. Deus lhes havia prometido e lhes havia dito; “Não vão se ajoelhar diante de nenhuma estátua”. Tiveram paciência.

Deus em primeiro lugar

Eles disseram: “Nosso Deus pode livrar-nos, e mesmo se não nos livrar, não vamos honrar a tua estátua”. Tiveram paciência, sabendo isto: Que Deus os levantaria no último dia. Ao fim e ao cabo esta vida não tem tanto significado. Vê você? Deus levantará este corpo de novo nos últimos dias. “Porém quanto a dar honra a uma estátua, nós não o faremos; agora, daremos a César o que pertence a César, porém quando se chega a uma situação onde o de César se mistura com o de Deus, então para nós, Deus é primeiro. Deus disse: “Não se ajoelhem ante esta estátua”, e por essa razão não o faremos; nosso Deus pode livrar-nos, porém mesmo que não o faças, de todas as maneiras não daremos honra a estátua.

Então o rei disse: “Muito bem, ali está o forno”.

Então disseram: “É possível que durante a noite venha uma boa chuva e acabe com o fogo”. Porém não choveu. Ainda tinham paciência.

No dia seguinte quando os trouxeram ante o tribunal, ali estava Nabucodonozor e disse: “Bom dia jovens, estão já prontos para reconhecer-me como seu rei?

“Oh, viva para sempre, ó rei!”

“Bem. Agora rendam honra a minha estátua”.

“Oh, não”.

“Então se queimarão. Vocês são homens sábios e inteligentes e nos têm sido de grande ajuda e tem sido uma grande benção para o reino; não podem entender que eu não quero fazer isto? Porém já tenho feito a proclamação e tem que ser cumprida; eu não quero lhes lançar ao forno, que se passa com vocês?

“Sabemos que isso soa mui dócil, mas nosso Deus nos pode livrar”. Tinham paciência. Começaram a caminhar para a boca do forno olhando uns para os outros: “Está bem, está bem:”. Tinham paciência. Deram um passo e não apareceu Deus; deram outro passo e não aparecia, três passos, quatro, cinco, continuaram e Ele não apareceu; e caminharam até cair no forno ardente. Tiveram paciência e ali estava Ele. Apenas lhes tocou suficiente fogo como para desatar suas mãos e seus pés, e logo quando caíram no fundo do forno, ali estava Deus. Tiveram paciência.

Foi igual com Daniel. Ele teve paciência (Daniel capítulo 6). Ele não se rendeu; não senhor. Que fez? Abriu as janelas e orou para Jerusalém, isso era um requisito de Deus. Ele tinha paciência. Esperou em Deus sabendo que Deus podia cumprir Sua Palavra. O lançaram na cova dos leões e lhe disseram: “Deixaremos que te comam os leões”.

Daniel disse: “Está bem”. Ele teve paciência. Por que? “Tenho esperado em Deus todos estes anos; não é nada se tenho que esperar dois ou três mil anos mais, pois serei levantado nos últimos dias”. Foi paciente, esperou.

Paulo teve paciência. Seguramente. Observem o que teve que fazer.

E falando de paciência, que tal com as pessoas no dia de Pentecostes? Somente tinham a comissão: “Fiquem até…Fiquem até que hajam sido revestidos de poder”.

“Quanto tempo será?”Não havia questão de quanto tempo seria, eles simplesmente receberam a resposta. “esperem até…”

“Subiram ali no cenáculo e um disse: “Bom, pode ser que nuns quinze minutos o Espírito Santo nos entregue nossos ministérios”. Passaram os quinze minutos, e nada; passou o dia inteiro, e nada; passaram dois, três, quatro cinco, seis e sete. Alguns poderiam haver dito: “Não pensam que já o temos?

“Não, não, não”.

O diabo começava a lhes dizer: “ouçam, já devem sair, vocês , vocês sabem que já tem o que querem, vão e comecem seu ministério”.

“Não, não, não. Ainda não o temos porque Ele disse ( o que sucederia nos últimos dias):
Pelo que por lábios estranhos e por outra língua falará a este povo.
Ao qual disse: Este é o descanso, dai descanso ao cansado; e este é o refrigério; mas não quiseram ouvir. Isaias 28 : 11 – 12

“Ele disse que era isto, nós saberemos quando vier, nós o reconheceremos porque é a promessa do Pai”. Esperaram nove dias, e logo no décimo dia, agora, sim. Eles tiveram paciência para esperar.

Agora, se você tem essa classe de paciência depois que Deus lhe dá uma promessa e você a vê na Bíblia, “é minha”, então você espera; e se tem essa classe de paciência, acrescente-a à sua fé. Agora já vê quão alto está? Já estamos chegando ao cume.

Acrescente isto a sua fé, sempre pondo ao Senhor por diante, recordando que foi Ele Quem prometeu!

Não fui eu quem prometeu; não foi o pastor quem prometeu; não foi outro ministro quem prometeu;não foi algum sacerdote ou algum papa; não foi algum homem na terra; mas foi Deus Quem fez a promessa. E Deus pode cumpri tudo o que promete. Se você tem essa classe de fé pela qual pode saber que Deus tem prometido, então você diz: “ Irmão Branham, estou enfermo; necessito de cura”.

“Aceite-O, é um presente.Lhe dou”.Sim senhor. “Se você pode crer” (Marcos 9 : 23)

E você diz: “Sim, creio”. Então esqueça-se do assunto, já fica concluído; tenha paciência. E se não tem paciência então você está tirando do edifício e essa única coisa causará a destruição do edifício. A gente tem que Ter. Agora não vá acrescentar nada porque também destruirá o edifício. Se você não tem virtude para colocar sobre sua fé que diz que tem…E se não tem fé e logo trata de colocar virtude sobre aquela fé, unicamente destruirá sua fé.

Agora você diz: “Espere um momento, possivelmente tudo isto é um erro, talvez Deus nem sequer é Deus, possivelmente nem sequer há um Deus”. Começando assim destroi tudo, mas se tem fé genuína, então coloque sobre ela virtude genuína, logo ciência genuína, temperança genuína, paciência genuína. Vê você? Estamos progredindo.
Mensagem pregada pelo profeta William Branham: A estatura de um varão perfeito  – Parágrafos: 197-223.

Para obter a mensagem completa clique no link ao lado: A ESTATURA DE UM VARÃO PERFEITO

Esta entrada foi publicada em Dons espirituais e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.