Céu ou inferno, destino eterno apos a morte

Há dois lugares: Céu ou inferno

Vocês recordam na visão, ou, da pequena trasladação como eu chamaria isto, recentemente, onde eu fui tomado e vi aquelas pessoas e olhei de volta para mim mesmo e todos aqueles milhões lá. E eu disse: “Eu quero ver Jesus.” E Ele disse: “Ele está mais acima.”

para onde vamos quando morremos?

Bem, vê, quando as pessoas morrem, elas – elas não sobem imediatamente para Deus. Agora, você, tenho certeza que você entenderá isto. Talvez convenha que eu explique isto o melhor que posso. Estão vocês com pressa? Vamos tomar nosso tempo e – e – e tentar fazer isto tão claro quanto for possível.

Os sentidos e dimenções

Agora, quando nós vimos, nos lembramos que nós vivemos aqui em três dimensões. E eu não sei se eu posso nomeá-las ou não. Uma delas é luz, e a outra é a matéria. Tommy, você se lembra qual é a terceira, heim? Átomo, tempo. Correto. Agora, Luz, Matéria, e Tempo. E nossos cinco sentidos estão em contato com aquelas dimensões. Nossa visão em contato com a luz, nosso tato em contato com as matérias, e assim sucessivamente.

A quarta dimensão

Agora, mas temos contato através da ciência, a quarta dimensão, como isto foi. Porque vindo diretamente através deste edifício agora vêm imagens, vozes do rádio, imagens da televisão, com as quais nosso sentido não entra em contato, mas eles possuem um – um tubo ou um cristal o qual apanha estas ondas da atmosfera e as manifestam. Então, vocês vêem, bem aqui neste edificio agora existem pessoas em ação, no ar, existem vozes. Elas estão aqui. Nós sabemos disto. Elas são absolutamente verdadeiras. E a única coisa que você faz, eles – eles apanham isto no…eu não entendo a mecânica de – destas coisas as quais a ciência tem inventado, mas nós sabemos que isto nos prova que há a quarta dimensão.

A quinta, sexta e sétima dimenção

Agora, a Quinta Dimensão é onde o pecador, o incrédulo morre e vai. A quinta dimensão é uma espécie de, bem, de uma horrível dimensão. Agora este homem…E quando um cristão morre, ele vai para a sexta dimensão. E Deus está na sétima dimensão.

Então, vê você, o cristão quando ele morre, e fica sob o altar de Deus, bem na Presença de Deus, sob o altar. E ele está em descanso.

O destino eterno do pecador

Para esclarecer. Quando um homem tem um pesadelo, ele não está completamente dormindo, nem mesmo está acordado. Ele está entre dormindo e acordado, e isto é o que faz ter agitações e gritos horríveis, porque ele não está dormindo, ele não está acordado. E ao tomar aquilo, mostra para onde o homem não convertido vai quando ele morre. Ele viveu seu tempo, ele morreu na terra; e ele não pode ir para a Presença de Deus, porque ele não está preparado para ir lá sem o Sangue. E ele está preso. E ele não pode voltar para a terra, porque seu tempo aqui na terra terminou, e ele está entre, e ele está em um pesadelo. Vêem? Ele não pode ir à Presença de Deus, para descansar. E ele não pode voltar, vir até a terra, porque seu tempo terminou. Ele está em um pesadelo, e lá ele permanece até o dia do julgamento. Uma coisa horrível para estar, vê.

E agora nesta visão, creio que fui tomado até aquela sexta dimensão, olhando de volta para aqui embaixo e podia ver de volta. Vêem, a visão não é exatamente com os olhos que são terrenos. Mas a visão é algo maior que… A visão a qual eles possuem lá, seu contato está além de qualquer contato com os quais nossos sentidos naturais se comunicariam.

Aqui algum tempo atrás eu estava explicando isto. Eu estava assistindo um filme na televisão onde eles desciam um homem, eu penso que duas milhas ou uma milha de profundidade no oceano, e eles tinham raios de luzes que se apagaram. Eles estavam mostrando a vida marinha. E lá apareceu um peixe, aquelas criaturas de aparência horrível. Uma escuridão tal, como tinta preta lá embaixo. E eles não possuíam olhos, o nariz deles era fosforescente. Agora, eles tinham que ser alimentados, então, parecia, para encontrar seus alimentos, eles eram guiados com outro sentido; não o da visão, porque eles não possuíam olhos, eles não os poderiam usar lá embaixo. Mas eles eram guiados com outro sentido através do qual eles podiam entrar em contato com seus alimentos. E eu pensei: “Se eu pudesse controlar aquele peixinho com minha visão, quanto poderia eu fornecer-lhe alimento e guia-lo a lugares, quão maior é minha visão do que seu radar, seu contato.” Vêem? E eu pensei, “Se eu pelo menos pudesse guia-lo.”

Então isto veio a mim, “Se eu tão somente pudesse render a mim mesmo a Deus, quão maior é a visão e o sentido de Deus, o Qual nos poderia guiar muito mais do que as coisas as quais vemos, porque a fé a qual Ele nos fornece é a evidência das coisas não vistas por nossos olhos.” Então se aquele peixinho nunca pudesse vir à superficie da água como os outros peixes, porque ele está pressurizado. Se você o faz subir, ele explodiria. Não podemos subir tanto sem ficar sem explodir. Nós estamos pressurizados por – pelo lugar no qual vivemos.

O destino eterno de quem é salvo

Mas agora se aquele peixinho alguma vez pudesse subir até aqui e ser eu, quereria ele ser aquele peixinho outra vez lá embaixo naquela escuridão da meia noite? Ele nunca quereria mais ser peixe, porque ele seria algo maior do que um peixe, ele seria um homem; seus sentidos seriam maiores, seu entendimento seria maior, sua inteligência seria suprema. Então multiplique isto por dez milhões, quando você passa disto para a presença de Deus que está além, onde o ser humano está tão longe do que somos aqui. Você nunca desejará ser um ser humano como este, não mais, embaixo neste hospital de pestes, enfermidades e corrupção. Tem sido por isto em meu coração que eu tenho tentado estes trinta anos pregar o Evangelho ao redor do mundo, para dizer às pessoas que há um Céu para – para ganhar e há um inferno para afastar – se dele, e há um Deus o Qual te ama, e um – um poder resgatador o qual está pronto para te levantar a qualquer tempo que você estiver pronto para recebe-lo.

Como um homem se afogando, e uma corda pendurada lá, ele pensa, “Bem, a corda, eu poderia me puxar para fora, mas eu não sou digno de alcançar a corda.” A corda foi posta lá para aquele próprio propósito, para você puxar a si mesmo para fora. Esta é a razão pela qual Jesus Cristo morreu, para o próprio propósito de salvar pecadores. E Ele dependurou a corda da Vida Eterna, a qual nesta própria noite passará sobre a cabeça de cada pecador aqui, e um sinal de boas – vindas pendurado nela: “Suba por ela.” Se – se você – se você deseja fazer isto, a preparação está feita.

Agora, quando vi aquele lugar e aquela condição na qual aquelas pessoas estavam, e quão além de qualquer coisa que este mundo jamais pode pensar, era glorioso. Lá não podia haver pecado, nem morte nem nada que manchasse podia entrar. E lá não havia diferença nenhuma entre o homem e a mulher, somente as – as glândulas sexuais já não estavam mais neles, e lá não havia nenhum adultério e nada mais. Mas ela continuava sendo mulher em sua figura e maneira, e o homem continuava em sua figura, e eles serão para sempre daquela maneira. Porque quando Deus. . .

Agora isto pode ser bom, alguns de seus filhos que cursam o ginásio que levam estas coisas ensinadas para você aqui sobre evolução. Agora, eu creio na evolução, mas não na maneira que o homem evoluiu de – de alguma espécie baixa. Suas próprias teorias contradizem quando eles tentam hibridizar qualquer coisa, isto não produzirá a si mesmo de volta. Então, vê você, isto – isto os contradiz.

A eternidade do outro lado

Agora, eu creio que quando Deus começou a cobrir a terra, talvez a primeira coisa que Ele fez foi uma medusa, e daquilo um sapo, e assim por diante. Mas, você vê, continuamente isto vai se tornando mais parecido e mais parecido à imagem do homem, e o homem era um reflexo de Deus. E esta é a razão pela qual o capim se torna evoluido, talvez o capim, e do capim vêm as flores, das flores vêm os arbustos, dos arbustos vêm as árvores. Por que? É um retrato da Árvore da Vida lá de pé no outro lado. E tudo nesse lado que é natural é uma sombra do Sobrenatural ou do Eterno do outro lado. Portanto, desde que haja um cristão nascido de novo na terra, e nós recebemos um corpo aqui como este, é o próprio reflexo daquele que está esperando do outro lado onde não há morte nem tristeza. E isto é o que faz nossos corações famintos por tal coisa como esta. Vêem? Há algo em nós que chama para fora. Nós somente…Há algo que nos diz que é lá. Eu creio através destes anos…Eu peço desculpas perante Deus e o povo, de ser estúpido e ser…cometer muitos enganos. Mas através destes muitos anos eu tenho tido o privilégio de ver muitos milhões de pessoas entrarem no Reino de Deus, e sou agradecido ao Senhor por deixar-me guia-las lá. E eu creio que elas estarão lá naquele dia.
Mensagem pregada pelo profeta William Branham: A fase presente de meu ministério – Parágrafos: 19-33.

Para obter a mensagem completa clique no link ao lado: A FASE PRESENTE DE MEU MINISTÉRIO

Esta entrada foi publicada em Céu e inferno e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.