Sábado, o verdadeiro dia de descanso

Os cristãos devem guardar o sábado?

Eu vou chamar a atenção para uma igreja denominacional, a primeira igreja que falou comigo a respeito de Jesus Cristo quando eu era um pecador, os Adventistas do Sétimo Dia. Os Adventistas do Sétimo Dia disseram que o selo de Deus é o Seu sábado, porque um selo mostra uma obra consumada, pois Ele foi selado no sábado. E guardar o dia de sábado é uma lembrança de que você está selado. Agora, vocês adventistas sabem disto, vocês conhecem o Dr. Smith, o Círculo Bíblico de Leitura do Lar e tudo isto. Eu os tenho todos em meu escritório, e tudo das Testemunhas de Jeová e demais coisas assim. Onde – seja onde for que se levantarem, eu conheço os seus pontos. Vêem? Eu sei para onde eles estão indo. Então agora, o dia de sábado não é um selo. O dia de sábado foi um selo da criação de Deus. Ele terminou isto então e o selou (Isto é correto.) com o Seu sábado. Mas isto era um tipo do sábado cristão. Agora, Ele havia terminado a Sua criação, Ele lhes deu o sábado como um selo (Isto é exatamente correto.) mostrando que Ele consumou Sua criação. Então quando Ele terminou Seu plano de salvação, Ele tinha outro selo. Glória.

O que é o Sábado no Novo Testamento? 

Agora, meu irmão adventista, eu quero te perguntar uma coisa. Isto é exatamente correto. O sábado, esta é uma palavra um tanto estranha. O sábado realmente é uma palavra hebraica que significa d-e-s-c-a-n-s-o, descanso. É o dia de descanso, o dia de sábado; você pára de trabalhar e coisas assim. Deus consumou a Sua obra, e nunca mais voltou. Hebreus 4 fala disto ali, Ele… “Pois Deus descansou no dia de sábado. E Ele disse em determinado lugar, outra vez, em Davi: ‘Hoje depois de muito tempo quando ouvirdes a Sua voz, não endureçais os vossos corações.’ Então se Jesus lhes tivesse dado outro sábado, Ele teria posteriormente falado dele. Mas ali ficou um ‘guarda sábado’ para o povo de Deus, pois nós que entramos em Seu descanso, temos cessado de nossas obras como Deus o fez das Suas.” Quando entraremos em Seu descanso? Agora, vocês com suas canetas, vamos abrir comigo em Isaias 28:8 ao 12. Aqui está onde você compreenderá isto:
…mandamento sobre mandamento;… regra sobre regra: um pouco aqui, um pouco ali. (Segurem rápido nisto que é bom.)
Pelo que, por lábios estranhos e por outra língua, falará a este povo.
“E este é o Sábado, este é o descanso que Eu disse que viria. Mas não quiseram ouvir, foram embora meneando suas cabeças e assim por diante.” Ele disse que este é o selo da consumação da salvação, Lutero, justificação, Wesley, santificação; mas quando chegou o Sábado, o verdadeiro dia de descanso, isto seria quando “por lábios estranhos e por outra língua falará a este povo,” e esta é a obra consumada. Aleluia. Este é o selo. Este é o Sábado.

O que é o Sábado? Receber o Espírito Santo é o nosso Sábado

William Marrion BranhamNão vê você? É o Espírito Santo, irmão. É aí quando você entra na obra consumada. Se você simplesmente foi justificado, tudo bem, isto é bom. Se você foi santificado, isto é bom. Mas quando você recebe o Espírito Santo, é uma obra consumada, e Deus tem completado o Seu plano de salvação, e o selou com o batismo do Espírito Santo. Amém. Oh, que coisa. Quantos crêem nisto? O Espírito Santo em cada lugar na Bíblia é uma obra consumada. E Deus completou Sua obra. Ele chamou os Seus discípulos através da justificação. Ele os santificou em João 17:17. Deu-lhes poder contra espíritos imundos, eles saíram e expulsaram demônios e voltaram regozijando, Ele disse: “Não regozijeis por haverdes expulsado demônios e eles haverem se sujeitado a vós; mas regozijai-vos por seus nomes estarem escritos no céu.” Eu quero lhe perguntar algo agora, meu irmão. Se o seu nome está escrito no céu, está tudo bem? Não, senhor. Sem dúvida que não. Judas estava bem com eles. Judas era apenas como um grande pato no lago como o resto deles era. Ele veio diretamente através da justificação, saiu através da santificação, orou pelos enfermos, obteve grandes resultados, mas quando chegou ao Pentecostes ele mostrou suas cores.

E isto é exatamente o que as igrejas denominacionais têm feito hoje; eles vêm através da justificação, santificação; mas quando chega ao batismo do Espírito Santo, eles falam um punhado de línguas. E sinais e maravilhas, e – e os Anjos aparecendo, e assim por diante, eles não querem ter nada a ver com isto. Portanto, isto é tão parecido que enganaria o próprio eleito se fosse possível. Glória. De qualquer modo você vai me chamar de santo rolador; creio eu. Eu nunca rolei ainda, mas se alguma vez Ele me disser para fazê-lo, eu virei imediatamente através dali rolando o mais forte que eu puder. Eu preferiria rolar, do que não consegui-lo de modo algum. Então – então está tudo correto.
Mensagem: A marca da Besta – Parágrafos: 61-64.

Faça o download da mensagem completa em PDF: A MARCA DA BESTA

Esta entrada foi publicada em Sábado do Senhor e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.