Santa Ceia do Senhor

Santa Ceia do Senhor

Pois eu verdadeiramente penso que é dever de cada cristão tomar a Ceia. A Bíblia diz: “Se não a tomas, não tens parte comigo.” E eu creio que isto é uma — um tempo de demonstração para o cristão. Se não a tomamos, não temos parte com Ele. E se a tomamos indignamente, então somos culpados do Corpo e da morte de Cristo. Então isto leva a um lugar, onde mantém o cristão em oração, quando ele vem à comunhão. Devemos vir reverentemente, solenemente, sagradamente, nos aproximar confessando todos os nossos erros, orando um pelo outro. Não somente isto, mas devemos sentir… Se houver um irmão ou irmã no nosso meio que sentimos que está um pouquinho fora da linha em algum lugar, nossos corações devem estar carregados por aquela pessoa na noite da comunhão, especialmente, ao vê-las, que elas possam ser capazes de se aproximar e tomar a comunhão e não serem condenadas com o mundo, porque  são nossos irmãos e irmãs.
Mensagem: ASSIM RESPLANDEÇA A VOSSA LUZ DIANTE DOS HOMENS – Parágrafo 14

Eu sou alimento e bebida, não uma hóstia

Veja, Cristo…Deus é um Espírito. Cristo quer dizer “o ungido, um homem ungido com Deus,” que O tornou o Cristo. Agora, Cristo disse: “Eu sou Alimento e Bebida.” Não uma hóstia, não uma hóstia, não uma hóstia que tomamos aqui. Isso não é Cristo. O vinho que tomamos no altar, não é Cristo. Ele O representa, de maneira figurativa. Mas Cristo é o Espírito Santo, a unção que está sobre a Igreja, que é a Comida e a Bebida.
Mensagem: COMUNHÃO (04/02/1962) – Parágrafo 67.

Não tomem a Ceia por uma tradição

Vocês não tomem a ceia do Senhor por uma tradição. Vocês a tomem porque o amor de Deus está em vossos corações, guardando os mandamentos de Deus. Vêem, este é o porque vocês a tomam.

Então se vocês não a tomam em sinceridade, ela é apenas uma tradição. “Bem, nossa igreja observa comunhão uma vez cada Domingo, ou uma vez cada mês, ou duas vezes ao ano.” E você levanta, e diz, “Bem, é minha vez, e – e então toma a comunhão, ora, isto é um mau cheiro para Deus! Vêem, isto é apenas uma tradição.

Mesmo como qualquer outra coisa, você – você tem que ser sincero. Deus quer a profundeza de seu coração. Você se lembra, o próprio Deus que o trouxe aqui para a terra é Aquele que você está servido. Vêem?

Você está fazendo isto porque Ele disse assim, porque é Sua ordem. Então nós queremos nos levantar com a profundeza de sinceridade, sabendo que pela graça de Deus é que nós temos sido salvos. E nós – nós O amamos e sentimos Sua Presença, e nós – nós vemos Isto mudar nossas vidas. Nosso – todo nosso ser é mudado. Nós – nós – nós somos pessoas diferentes. Nós não vivemos como costumávamos, nós não pensamos como costumávamos.
Mensagem: COMUNHÃO (12/12/1965) – Parágrafos 40 à 43.

Tomando a Ceia do Senhor indignamente

Agora, quando nós tomamos esta comunhão, isto não é apenas a coisa dita, “eu vim aqui e vou comer algum pão, eu crerei que sou um Cristão.” Mas, se vocês observarem, a Bíblia diz, “Aquele que come e bebe indignamente será culpado do Santo e do Corpo do Senhor.” Vêem? Vocês tem que viver uma vida que – que… Diante das pessoas, que… e diante de Deus e das pessoas, que mostre que você – que você é sincero.
Mensagem: COMUNHÃO (12/12/1965) – Parágrafo 28.

Você vai para uma igreja, e muitas vezes eles distribuem um velho biscoito de soda ou alguma espécie de uma – alguma coisa, partem aquilo, e pão levedado ou – ou alguma coisa e – e partem isto; e pessoas que fumam, bebem, tudo mais, porque eles são membros da igreja eles vem e tomam a ceia do Senhor. Bem, isto é imundície diante de Deus!
Mensagem: COMUNHÃO (12/12/1965) – Parágrafo 37.

Pão Asmo, sem fermento

O pão da Santa Ceia representa o corpo de Cristo

Estas pequenas porções são pão kosher feito sem gordura, tempero, e assim por diante, que representa o corpo do Senhor.  Não é redondo, é todo partido em pedaços. É porque significa Seu corpo partido que foi partido por nós. E que Deus conceda Suas bênçãos a cada um que o come. Agora, isso não é o corpo, só representa o corpo. Não tenho poder, mais ninguém tem, para torná-lo qualquer outra coisa além de pão. Apenas Deus. E é isso que Ele nos disse, para comermos este pão e bebermos esta taça de vinho…
Mensagem: COMUNHÃO (04/02/1962) – Parágrafo 134.

Agora, versículo 23 do capitulo 11 de I Coríntios, ouçam Paulo agora. Agora lembrem-se, e guardem isto em mente, Gálatas 1:8, “Se nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregar qualquer evangelho a não ser este,” (este que temos pregado) “seja anátema”. Vêem?
Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: Que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído tomou o pão,
E, tendo dado graças, partiu… e disse: Tomais, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim.

Agora, deixe-me parar bem aqui, vê você. Mas tomar o corpo do Senhor Jesus Cristo nesta comunhão não significa que aquela comunhão seja o corpo literal de Cristo. Isto é Católico. Eu não creio que aquilo seja correto. Eu creio que isto é somente uma ordenança que Deus fez conosco, vêem, isto não é o corpo real. Isto é… Agora, isto é realmente um pedacinho de pão Kosher. Isto é apenas uma ordenança.
Mensagem:  COMUNHÃO (12/12/1965) – Parágrafos 67 e 68.

O vinho representa o Sangue do Senhor Jesus

Vinho ou suco de uva?

A Bíblia disse: “Semelhantemente, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: ‘Este é o Sangue do Novo Testamento.’ Todas as vezes que O beberdes, anunciais a morte do Senhor, até que venha.” Eu seguro em minha mão o – o fruto da videira. Ele representa o Sangue do Senhor Jesus.

Muitos disseram que, eles não tomariam vinho, vinho normal, porque era uma bebida alcoólica, que era uma bebida, e eles não deviam tomar o vinho. Eles tomam suco de uva.

A razão pela qual tomamos vinho é porque a Bíblia disse: “Vinho.” Todas as traduções dizem “vinho.” Outra razão: quanto mais velho o vinho fica, melhor e mais forte ele se torna. Suco de uva azeda dentro de poucas horas. O Sangue de Jesus Cristo se torna mais doce e melhor com o passar dos anos. Ele nunca azeda ou se contamina.
Mensagem: ORDENAÇÃO – Parágrafos: 79 à 81.

O lava pés

A doutrina do Lava Pés da Bíblia

Na leitura da Escritura, no Livro de São João, capítulo 13, nós lemos, começando com o 2º versículo do capítulo 13.
… acabada a ceia, tendo já o diabo posto no coração de Judas Iscariotes, filho de Simão, que o traísse,
Jesus, sabendo… o Pai tinha depositado nas suas mãos todas as coisas,… que… saído de Deus e ele ia para Deus,
Levantou-se da ceia,… tirou os vestidos,…tomando uma toalha, cingiu-se.
Depois … deitou água numa bacia, e começa a lavar os pés aos discípulos, e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido.
Aproximou-se pois de Simão Pedro, que lhe disse: Senhor, tu lavas-me os pés a mim?
Respondeu Jesus, e disse-lhe: O que eu faço agora não sabes tu . . ., mas tu o saberás depois.
Disse-lhe Pedro: Nunca me lavarás os pés. Respondeu-lhe Jesus: Se eu te não lavar, não tens parte comigo.
Disse-lhe Simão Pedro: Senhor, não os meus pés só, mas tam-… mas também as mãos e a cabeça.
Disse-lhe Jesus: Aquele que está lavado… necessita de lavar senão os pés, pois no mais todos vós estais limpos;… vós estais limpos, mas não todos.
Porque bem sabia ele quem o havia de trair; por isso disse: Nem todos estais limpos.
Depois que lhes lavou os pés, e tomou o seu vestido, e se assentou outra vez à mesa, disse-lhes: Entendeis o que vos tenho feito?
Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou.
Ora se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros.
Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também.

O lava Pés é ordem de Jesus

Eu acho que é um dos mais belos versículos. “Eu vos dei o exemplo, para que, como Eu vos fiz, façais vós também.” Nós devemos fazer isto uns aos outros, em comemoração. Tem sido uma prática da igreja, das reuniões deste grupo de pessoas, desde que começamos. E antes mesmo que este tabernáculo fosse construido, quando ainda estávamos em reuniões de oração em casas, nós praticávamos o lava-pés. Nossas irmãs vão para o aposento no fundo. Nossos irmãos vão para o aposento à direita. E cumprimos o lava-pés. Visitantes, se vocês estão conosco, esta noite, estamos tão felizes em tê-los para confraternizar nestas ordenanças de Deus.

Eu poderia explicar, como disse poucos momentos atrás, a coisa que Deus deixou para fazermos. Batismo nas águas, um ítem; comunhão. E, recordem, esses são apenas dois. Deus é aperfeiçoado em três. O lava-pés é o terceiro. Vêem? E nós lembramos disso, anos mais tarde, mesmo na Bíblia.

Lava Pés é exemplo de humildade

Algumas pessoas tentam dizer que não é necessário. Certamente, eu não quero dizer que os pés das pessoas precisam ser lavados. Não é isso. Talvez os deles também não precisassem. Mas era um ato de humildade. É um – é um ato de – de fazer, simplesmente tão essencial quanto o batismo nas águas. Porque Ele disse aqui, que: “Eu vos dei o exemplo, para que, como Eu vos fiz, façais vós também uns aos outros.”

E verificamos que uma viúva não podia ser recolhida entre o povo a menos que tivesse exercitado hospitalidade e tivesse lavado os pés aos santos, nos mostrando humildade.

Porquanto, se há algo que queremos ser, é ser humildes, porque esse é o segredo do poder, é através da humildade. E você está sempre feliz, quando você sai destas coisas, ao fazê-las; é uma abençoada ordem de companheirismo que nós observamos aqui na igreja.
Mensagem: ORDENAÇÃO – Parágrafos 88 à 93.

E nos fazemos isto porque nós estamos dando graças à Ele, e entre uns com os outros. Comendo o pão um com o outro, bebendo o vinho um com o outro, como Seu Sangue e Sua Carne.

Tomar a Santa Ceia é ter parte com Jesus Cristo

“A não ser que coma a Carne do Filho do homem e beba Seu Sangue, você não tem Vida em você”. Vêem? Vê você, isto é o que a Bíblia disse. A não ser que seja assim, não há nenhuma Vida. Vê você? Você está, mais ou menos, mostrando que está envergonhado em identificar-se como um Cristão, por causa da vida que você vive. E então isto é realmente a prova final. Então se você não fizer isto, você não tem nenhuma Vida. Se você o fizer indignamente, será culpado do corpo do Senhor.
Mensagem:  COMUNHÃO (12/12/1965) – Parágrafos 56 e 57.

 

Esta entrada foi publicada em Ceia do Senhor e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Santa Ceia do Senhor

  1. Pingback: Santa Ceia do Senhor e comunhão dos católicos e protestantes | Mensagem de Fé

Os comentários estão encerrados.