Televisão para ver o que se chama cristianismo

Estamos morando numa casa lá de uma preciosa irmã que vem a esta igreja. Ela provavelmente encontra-se aqui hoje à noite. E ela aluga para o seu… o povo. E ela tem sido tão gentil conosco quanto àquela casa, quanto a deixar-ns morar naquela casa. E de modo que, eu citarei seu nome, mas talvez ela não queira que eu faça isso. E ela tem sido tão gentil conosco, bem, certamente que não desejaríamos – desejaríamos divulgar quem ela é. Mas ela tem sido uma mulher muito, muito preciosa. E na casa, havia uma televisão num canto. Temos uma pequena, duas, casas germinadas.
Tenho uma família grande, e uma porção de crianças, e nós… e você – você sabe, eles tem que ter camas, e bastante. E tudo amontoado em cima, e tem que se andar pelo meio disto e pelo meio daquilo, para entrar e sair.

William Branham e familiaE então tinha aí uma televisão. E nesta televisão, estas crianças deram de assistir, no domingo de manhã, certo tipo de cântico de hinos que passava. E, sabe, isso – isso quase que deixava a pessoa envergonhada, se não houvesse cristianismo genuíno em algum lugar que se pudesse apalpar, para ver o que se chama cristianismo. Ora, parece que toda a sinceridade desapareceu. Ora, eles não, parece que eles não… Ora, é terrível do jeito que ficam ali e fazem punho e lutam um com o outro, ali, e tentam cantar hinos e tudo assim; contam piadas que um marinheiro quase não contaria, e dizem todo tipo de coisas, e brincam e continuam. Você sabe, a santidade do – do – do cristianismo parece ter perdido o seu lugar.
Mensagem pregada pelo profeta William Branham: UM HOMEM CORRENDO DA PRESENÇA DO SENHOR – Parágrafos: 115 e 116.

Faça o download desta mensagem completa, clique no link ao lado: UM HOMEM CORRENDO DA PRESENÇA DO SENHOR

Esta entrada foi publicada em Televisão e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.