Uma mulher cristã deve ser sujeita ao marido mesmo se for pecador?

Até que ponto deve haver submissão da esposa ao marido

Creio que uma mulher deve estar sujeita a seu esposo. Porém se uma mulher cristã tem um esposo pecador que nem se quer a um de seus serviços – vem a um de seus serviços e não – e quer que sua esposa faça coisas: cortar o cabelo, vestir shorts, e ir a lugares ímpios, deve esta mulher estar sujeita a este homem nesta maneira? Por favor expliquei isto mais claramente, esta é uma pergunta que é feita a miúde.

Não irmã, não estás sujeita a tal pessoa. Não, claro. Por esta causa deixarás tudo e te achegarás a Deus. Agora, a coisa… Se tu queres – esse homem quer viver contigo, e você seja – permaneça cristã… Porém se ele vai fazer você usar shorts, cortar seu cabelo, e fazer todas estas outras coisas e lugares ímpios, primeiro busque o Reino de Deus e Sua justiça. Não estás atada a tal pessoa como essa. “Porém enquanto”, diz a Bíblia, “enquanto ela e ele consentem em viver juntos (você recorda isto) que ele…”
E agora, estes, não anotei as Escrituras porque só as escolho (vê você?) há uns quantos minutos. Escolho uma agora e logo não tenho tempo.

Porém Paulo disse que enquanto eles – o esposo não crente tem uma não crente, ou esposa crente e assim sucessivamente, que a esposa crente permaneça com o esposo crente, enquanto não for contrário para com Deus. Se ele consente em viver com ela… “Siga adiante, querida, se queres ir à igreja, isso está bem. Porém eu não vou. Não creio nela, nada tenho a ver com ela. Porém tu prossigas, isso está bem”. Porém quando ele diz: “Não podes fazê-lo”, agora aí há uma coisa diferente. Não estás sujeita a isso então, por Deus te separarás de tudo.
Mensagem: Perguntas e respostas N° 2 – Parágrafos: 77 ao 79

Esta entrada foi publicada em Namoro e Casamento e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.